A causa fundamental dos problemas é que no mundo moderno os estúpidos são convencidos e os inteligentes cheios de dúvidas. Mesmo aqueles dentre os inteligentes que acreditam ter uma solução são individualistas demais para se combinar a outros homens inteligentes dos quais diferem em pequenos pontos. (...) Talvez devêssemos perceber que o ceticismo e o individualismo intelectual são luxúrias que em nossa trágica era devem ser abandonadas, e que se queremos que a inteligência seja eficaz, ela deverá ser combinada a um fervor moral que costumava possuir no passado mas do qual agora carece.
Bertrand Russell, "O triunfo da estupidez" (1933-05-10) em Mortals and Others


Quem somos

O IERFH é pautado em Altruísmo Eficaz e Utilitarismo. Temos dois campos principais de atuação: o primeiro é Caridade Eficaz, isto é, maximização da quantidade de benefício obtido pelos recursos doados à caridade. Isso é feito redirecionando-os às Recommended Charities, que selecionam ONGs pelo melhor custo-benefício em termos de vidas salvas. O segundo é Transhumanismo, discussão de como fazer uso ético de tecnologia para melhorar a condição humana, tornando-nos mais emocionalmente capazes e inteligentes. O IERFH especializa-se no importe das questões filosóficas relevantes aos cientistas que desenvolvem essas tecnologias.

Somos um time comprometido com fazer o mundo melhor, agora e no futuro. Para isso, estamos reunindo a comunidade brasileira de racionalistas, utilitaristas, transhumanistas, e outros entusiastas e transformando ideais e teorias em ações. Ao lado de grandes organizações internacionais de caridade, tecnologia e ética, nos propomos a ser o vetor dos esforços brasileiros nesses campos. O IERFH opera em 3 frentes: o estudo do que é bom e deve ser buscado e preservado: a Ética Pura e Aplicada; as maneiras mais eficientes de raciocínio, tomada de decisões e os seus erros mais comuns: a Racionalidade Epistêmica e Prática; e por fim como aplicar estes campos para garantir a plena realização de todo o potencial humano: o Futuro da Humanidade.



Atividades do instituto